Aquaporina

As aquaporinas conduzem seletivamente as moléculas de água, para dentro e fora da célula, ao mesmo tempo prevenindo a passagem de íons e outros solutos. As moléculas de água atravessam os canais em fila. A presença destes canais aumenta a permeabilidade das membranas à água. As aquaporinas também são denominadas canais de água e é uma proteína capaz de reforçar incrivelmente a reserva natural da epiderme melhorando a circulação de água entre as células.

Existem 13 tipos conhecidos de aquaporinas em mamíferos, sendo que seis deles podem ser encontrados nos rins. Suspeita-se, no entanto, que há muitos mais tipos de aquaporinas.

As proteínas transmembranárias Aquaporinas3 (AQP3) permitem o transporte de moléculas por meio da membrana plasmática das células. Pertencem à classe das Aquagliceroporinas, que transportam água e glicerol. Portanto, as AQUAPORINAS ajudam a manter o equilíbrio hídrico cutâneo, mesmo em situações de extrema desidratação, porque elas facilitam a difusão das moléculas de água através das membranas.

As aquaporinas foram descobertas por meio de microscopia eletrônica em 1974, porém, foram realmente caracterizadas como um conceito inovador de hidratação da pele em 1991, por Peter Agre que recebeu o prêmio Nobel de Química em 2003 devido às suas pesquisas sobre o tema.

Viola Tricolor Extract É um ativo extraído de uma Violeta também conhecido como Amor-perfeito. Possui propriedades anti-aging como o estímulo de aquaporinas pelos bioativos da violeta. Ativa a expressão da hidratação biológica por 5 estímulos: Ativa a expressão de proteínas celulares, estimula a produção de aquaporines-3, estimula a síntese de ácido hialurônico, ativa o envelope córneo, atua na manutenção da integridade tecidual e estimula a diferenciação epidérmica. Portanto, é um excelente princípio ativo para um dermocosmético inovador de característica anti-aging dentro do conceito de hidratação inteligente.

Anúncios

hidratação capilar

criançaRepor água. Falar de algo simples e singular não parece ser tão fundamental pra nossa vida. A água que é o principal constituinte do corpo humano (70% a 75%), é o componente essencial para o bom funcionamento geral do organismo e hidratar é tão importante, ao ponto que, durante o dia nossas células estão voltadas apenas para hidratar e proteger. Quando se fala de hidratar vem logo na nossa mente a pele e o cabelo, não é por menos, pois é o que vemos todas as vezes que olhamos num espelho.

O cabelo pode estar desidratado por várias razões, o importante é descobrir porque está perdendo água, pois a natureza do cabelo, em condições normais, contém de 12 a 15% de água na sua composição. São vários fatores que levam a desidratar o cabelo, poluição, produtos químicos, aquecimento e até mesmo hormonal. O cabelo é um fio queratinizado que podemos dividir em três partes: cutícula, córtex e medula. As células que formam a cutícula se chamam “escamas” que estão sobrepostas formando camadas, o seu papel principal é proteger o córtex. A cutícula é a parte do cabelo sujeita aos ataques diários e as propriedades  cosméticas dos produtos para cabelo dependem de seu estado, considerando este fato vamos aplicar um novo conceito de hidratação que é simples mas respeita a fisiologia do cabelo.

lavadosO primeiro passo é a lavagem do cabelo em água morna, utilizando um * xampu de pH alcalino para abrir as escamas, nesse caso desejado, é uma forma de termos acesso ao córtex. Em seguida retirar um pouco do excesso da água e aplicar com as próprias mãos uma máscara capilar massageando com movimentos da raiz as pontas sentindo a textura do cabelo, você vai sentir a mudança de áspero para macio. Em alguns casos o cabelo está tão seco que absorve a água do creme aí é só utilizar soro fisiológico que vai repor água de uma forma osmótica. Deixar agir por 20 minutos e enxaguar de preferência com água fria, pois ajudará a fechar as escamas e estando os cabelos secos ou úmidos finalizar com um silicone reparador. Todo mundo tem uma receitinha básica para hidratar o cabelo, saber escolher uma máscara é essencial e não precisa ser cara, basta conter a substância certa. Um bom exemplo é a Aloe Vera que já é bem conhecida desde a antiguidade, tem uma composição semelhante a da queratina, possui propriedades hidratantes, capacidade de reter água do meio e é composta de vitaminas e sais minerais que vão dar suporte para células do couro cabeludo, tratando inclusive de queda de cabelo.

* não se deve utilizar xampu de pH alcalino diariamente, no máximo uma vez por semana.