Vitamina C

Vitamina C - silvanaoliveira.com.br/cientifiqueNão é por acaso que a Vitamina C foi a coquelux do Congresso Internacional de Estética 2010, empresas de dermocosméticos conceituadas trouxeram para esse Congresso linhas de cosméticos profissionais e home care (uso domiciliar) contendo Vitamina C. Apesar de já ser consagrada há tempos por seu efeito antioxidante, clareador e por estimular a síntese de colágeno (produção de colágeno), havia uma ressalva ao seu uso pelo fato de que a Vitamina C por se tratar de uma substancia muito estável que reage com o oxigênio, perde parte do seu efeito de ação. Não deixando por menos a indústria cosmética lançando mão de recursos tecnológicos, arregaçou as mangas, foi à luta em busca de uma maneira de manter a forma ativa da Vitamina C independentemente das condições externas e baseando-se no conceito das formas encapsuladas, como o próprio nome já diz, a molécula de Vitamina C fica protegida em uma cápsula, sendo somente liberada após a aplicação do cosmético na pele. Temos a disposição a Vitamina C encapsuladas de várias formas, Lipossomadas, Talasferas, Nanosferas, Glicoesferas o que se diferem pelo tamanho e pela constituição da cápsula.

Essas diferenças são importantes, pois quanto menor maior é a garantia de permeação da Vitamina C e destas citadas acima a menor é a Nanosfera. O que é importante considerar é que a Vitamina C produz colágeno tipo I e III. Um estudo realizado e publicado nos Anais Brasileiros de Dermatologia¹ demonstrou que a Vitamina C foi “capaz de vencer a capacidade proliferativa reduzida dos fibroblastos dérmicos de indivíduos idosos (78-93 anos), assim como aumentar a síntese de colágeno em níveis similares de recém-natos (3 a 8 dias de vida)

Isso é o mesmo que dizer que a Vitamina C além de vencer a ação natural do envelhecimento em pessoas idosas, aumenta a produção de colágeno de um idoso como se ele fosse um recém-nascido. Continue lendo

Anúncios

Cosmética da boca pra dentro – LN2 In & Out e Metabolize® 4

A correria dos tempos modernos, a incessante busca pela beleza e a necessidade de ter resultados rápidos tem feito com que a ciência se aperfeiçoe cada vez mais no sentido de minimizar os efeitos colaterais e cada vez menos necessitar de cirurgia plástica, pois aqui vale à máxima: quanto mais recursos para somar, melhor é o resultado.

A indústria cosmética não deixou por menos e hoje temos disponíveis os cosméticos de uso oral, que prometem melhorar a estética facial e corporal também.  Um exemplo de cosmético via oral é o LN2 In & Out – uso integrado de tratamento oral e tópico que reverte os danos do envelhecimento, um princípio ativo que visa à beleza, atua na reposição de nutrientes dentro e fora das células e não só como um ingrediente tópico efetivo, mas também como um suplemento oral da beleza. Metabolize® 4 – equilibra o seu metabolismo para a perda de peso. Metabolize® 4 é um nutracêutico oral que supre as necessidades diárias de elementos essências ao nosso organismo, os quais não conseguiram ser absorvidos somente com alimentação, promovendo um grande equilíbrio fisiológico. Associando Metabolize® 4 com LN2 IN temos um tratamento que previne o envelhecimento precoce e suplementa o organismo com elementos essenciais que estimulam o seu metabolismo para perda de peso.

o momento está pra Peeling

O outono é a estação de renovação, pois as folhas caem para dar espaço às novas que irão nascer e assim fechar um novo ciclo. Não é por acaso que o outono é a estação ideal para se fazer um tratamento de renovação celular, pois esta estação oferece condição segura para um dos tratamentos mais utilizados para renovação celular,  peeling. Existem vários tipos de peeling, o que determina o seu mecanismo de ação varia entre, substância ou aparelho e a profundidade da pele que ele irá atuar. Um dos recursos para melhorar a qualidade da pele são os peelings químicos, utilizando várias substâncias ativas, como ácido glicólico, retinóico, tricloroacético e o fenol, entre outros, que proporcionam a esfoliação cutânea e por fim uma renovação celular. O peeling químico é também chamado de resurfacing químico, quimioesfoliação ou quimiocirurgia e consiste na aplicação de um ou mais agentes cáusticos à pele, produzindo uma destruição controlada da epiderme e sua reepitelialização. É uma excelente opção de tratamento por propiciar a melhora da aparência da pele danificada por fatores extrínsecos (como a radiação solar), intrínsecos (radicais livres) e também por cicatrizes remanescentes. Dependendo da concentração e do valor de pH em que são empregados nas formulações, desencadeiam o peeling muito superficial, superficial, médio e profundo.

peeling muito superficial age sobre a camada córnea, é uma camada amorfa (sem forma), que protege a pele, e se localiza sobre a camada mais superficial da epiderme.  Indicado para regenerar e produzir uma pele mais suave.

peeling superficial tem ação na epiderme e utilizam-se como substâncias ativas os alfa-hidroxiácidos (AHAs), beta-hidroxiácidos (ácido salicílico), ácido tricloroacético (TCA), resorcinol, ácido azelaico, solução de Jessner, dióxido de carbono (CO2) sólido e tretinoína. É indicado para casos de acne, fotoenvelhecimento leve, eczema hiperquerostático, queratose actínica, rugas finas e melasma.

peeling médio tem ação na derme papilar e utilizam como substâncias ativas combinações de TCA com CO2, TCA com solução de Jessner, TCA com ácido glicólico ou somente o TCA e resorcina. Possui a mesma indicação que o peeling superficial, além de ser indicado em lesões epidérmicas.

peeling profundo tem ação na derme reticular. São utilizados como componentes ativos o TCA a 50% e o fenol (solução de Baker-Gordon), entre outros. Indicados para os casos de lesões epidérmicas, manchas, cicatrizes, discromias actínicas, rugas moderadas, queratoses, melasmas e lentigos.

Resumindo, por promover a renovação celular o peeling é utilizado no tratamento antienvelhecimento, manchas, acnes, seqüelas de acnes e cicatrizes. Pode ser realizado por esteticistas ao nível muito superficial ou superficial e por médicos no nível médio e profundo. Em todos os casos requer cuidados especiais, como evitar o calor e os raios uv, sendo muito importante a utilização de filtros solares. E é por isso que no outono é uma boa época pra se fazer peeling, pois a temperatura é mais amena e a exposição ao sol e ao calor é mais fácil de evitar.

Atualmente tem sido utilizado formulações de diferentes agentes peelings químicos, os chamados peeling´s combinados; uma excelente opção para se obter melhores resultados e com o mínimo de efeitos colaterais indesejáveis, pois atua em etapas e a penetração é gradativa. A combinação de ácidos possui efeitos sinérgicos que vão atingir a camada desejada de uma forma segura e eficaz.

Aquaporina

As aquaporinas conduzem seletivamente as moléculas de água, para dentro e fora da célula, ao mesmo tempo prevenindo a passagem de íons e outros solutos. As moléculas de água atravessam os canais em fila. A presença destes canais aumenta a permeabilidade das membranas à água. As aquaporinas também são denominadas canais de água e é uma proteína capaz de reforçar incrivelmente a reserva natural da epiderme melhorando a circulação de água entre as células.

Existem 13 tipos conhecidos de aquaporinas em mamíferos, sendo que seis deles podem ser encontrados nos rins. Suspeita-se, no entanto, que há muitos mais tipos de aquaporinas.

As proteínas transmembranárias Aquaporinas3 (AQP3) permitem o transporte de moléculas por meio da membrana plasmática das células. Pertencem à classe das Aquagliceroporinas, que transportam água e glicerol. Portanto, as AQUAPORINAS ajudam a manter o equilíbrio hídrico cutâneo, mesmo em situações de extrema desidratação, porque elas facilitam a difusão das moléculas de água através das membranas.

As aquaporinas foram descobertas por meio de microscopia eletrônica em 1974, porém, foram realmente caracterizadas como um conceito inovador de hidratação da pele em 1991, por Peter Agre que recebeu o prêmio Nobel de Química em 2003 devido às suas pesquisas sobre o tema.

Viola Tricolor Extract É um ativo extraído de uma Violeta também conhecido como Amor-perfeito. Possui propriedades anti-aging como o estímulo de aquaporinas pelos bioativos da violeta. Ativa a expressão da hidratação biológica por 5 estímulos: Ativa a expressão de proteínas celulares, estimula a produção de aquaporines-3, estimula a síntese de ácido hialurônico, ativa o envelope córneo, atua na manutenção da integridade tecidual e estimula a diferenciação epidérmica. Portanto, é um excelente princípio ativo para um dermocosmético inovador de característica anti-aging dentro do conceito de hidratação inteligente.

hidratação capilar

criançaRepor água. Falar de algo simples e singular não parece ser tão fundamental pra nossa vida. A água que é o principal constituinte do corpo humano (70% a 75%), é o componente essencial para o bom funcionamento geral do organismo e hidratar é tão importante, ao ponto que, durante o dia nossas células estão voltadas apenas para hidratar e proteger. Quando se fala de hidratar vem logo na nossa mente a pele e o cabelo, não é por menos, pois é o que vemos todas as vezes que olhamos num espelho.

O cabelo pode estar desidratado por várias razões, o importante é descobrir porque está perdendo água, pois a natureza do cabelo, em condições normais, contém de 12 a 15% de água na sua composição. São vários fatores que levam a desidratar o cabelo, poluição, produtos químicos, aquecimento e até mesmo hormonal. O cabelo é um fio queratinizado que podemos dividir em três partes: cutícula, córtex e medula. As células que formam a cutícula se chamam “escamas” que estão sobrepostas formando camadas, o seu papel principal é proteger o córtex. A cutícula é a parte do cabelo sujeita aos ataques diários e as propriedades  cosméticas dos produtos para cabelo dependem de seu estado, considerando este fato vamos aplicar um novo conceito de hidratação que é simples mas respeita a fisiologia do cabelo.

lavadosO primeiro passo é a lavagem do cabelo em água morna, utilizando um * xampu de pH alcalino para abrir as escamas, nesse caso desejado, é uma forma de termos acesso ao córtex. Em seguida retirar um pouco do excesso da água e aplicar com as próprias mãos uma máscara capilar massageando com movimentos da raiz as pontas sentindo a textura do cabelo, você vai sentir a mudança de áspero para macio. Em alguns casos o cabelo está tão seco que absorve a água do creme aí é só utilizar soro fisiológico que vai repor água de uma forma osmótica. Deixar agir por 20 minutos e enxaguar de preferência com água fria, pois ajudará a fechar as escamas e estando os cabelos secos ou úmidos finalizar com um silicone reparador. Todo mundo tem uma receitinha básica para hidratar o cabelo, saber escolher uma máscara é essencial e não precisa ser cara, basta conter a substância certa. Um bom exemplo é a Aloe Vera que já é bem conhecida desde a antiguidade, tem uma composição semelhante a da queratina, possui propriedades hidratantes, capacidade de reter água do meio e é composta de vitaminas e sais minerais que vão dar suporte para células do couro cabeludo, tratando inclusive de queda de cabelo.

* não se deve utilizar xampu de pH alcalino diariamente, no máximo uma vez por semana.

Idebenona

Kidman x Jolie

 A Idebenona é um despigmentante com eficiência e mecanismo de ação comprovada, há mais de 20 anos é utilizada devido à sua propriedade antioxidante. Recentemente, a Idebenona tem sido usada com sucesso por seu efeito despigmentante, a parte ativa de sua molécula é bastante similar a Coenzima Q-10 e a hidroquinona.

A Idebenona é capaz de inibir a síntese de melanina, processo natural da pele que pode resultar na tão indesejada mancha. Sua capacidade de inibir a síntese de melanina é da mesma forma que a hidroquinona, porém de uma maneira não muito agressiva e mais segura.

Hoje temos, à disposição no mercado, a IDB_Light que é um agente despigmentante lipossomado, isso significa dizer, uma substância envolvida num sistema que vai sendo liberado de forma gradativa, facilitando a penetração na pele promovendo a despigmentação com eficácia e o mais importante, com segurança e suavidade.    leia mais

Radiação Solar

Para se falar dos efeitos deletérios da radiação solar é preciso dizer que o Sol é do bem. “Uma nova pesquisa sobre o impacto da exposição ao sol na saúde sugere que os benefícios da luz solar podem superar os riscos de câncer de pele para algumas pessoas. Desta vez, no entanto, ele chama atenção para o fato de que a falta de luz solar pode prejudicar a produção de vitamina D, substância que ajuda na prevenção de vários tipos de câncer e doenças cardíacas, além de impulsionar o sistema imunológico.” (estudo realizado pelo biofísico Richard Setlow) 1

O Sol é essencial para a produção e absorção da vitamina D pelo organismo. E a vitamina D, por sua vez, está envolvida na formação do cálcio, responsável pela estrutura dos ossos. Portanto, tomar Sol com freqüência é uma questão de saúde!     leia mais