Aquaporina

As aquaporinas conduzem seletivamente as moléculas de água, para dentro e fora da célula, ao mesmo tempo prevenindo a passagem de íons e outros solutos. As moléculas de água atravessam os canais em fila. A presença destes canais aumenta a permeabilidade das membranas à água. As aquaporinas também são denominadas canais de água e é uma proteína capaz de reforçar incrivelmente a reserva natural da epiderme melhorando a circulação de água entre as células.

Existem 13 tipos conhecidos de aquaporinas em mamíferos, sendo que seis deles podem ser encontrados nos rins. Suspeita-se, no entanto, que há muitos mais tipos de aquaporinas.

As proteínas transmembranárias Aquaporinas3 (AQP3) permitem o transporte de moléculas por meio da membrana plasmática das células. Pertencem à classe das Aquagliceroporinas, que transportam água e glicerol. Portanto, as AQUAPORINAS ajudam a manter o equilíbrio hídrico cutâneo, mesmo em situações de extrema desidratação, porque elas facilitam a difusão das moléculas de água através das membranas.

As aquaporinas foram descobertas por meio de microscopia eletrônica em 1974, porém, foram realmente caracterizadas como um conceito inovador de hidratação da pele em 1991, por Peter Agre que recebeu o prêmio Nobel de Química em 2003 devido às suas pesquisas sobre o tema.

Viola Tricolor Extract É um ativo extraído de uma Violeta também conhecido como Amor-perfeito. Possui propriedades anti-aging como o estímulo de aquaporinas pelos bioativos da violeta. Ativa a expressão da hidratação biológica por 5 estímulos: Ativa a expressão de proteínas celulares, estimula a produção de aquaporines-3, estimula a síntese de ácido hialurônico, ativa o envelope córneo, atua na manutenção da integridade tecidual e estimula a diferenciação epidérmica. Portanto, é um excelente princípio ativo para um dermocosmético inovador de característica anti-aging dentro do conceito de hidratação inteligente.